O Projeto

Esse é um lugar voltado para divulgação, discussão e centralização de propostas para a melhoria definitiva do sistema metroviário carioca. Os pensamentos mais recentes são apresentados no blog.

O projeto total idealiza cerca de 315 estações distribuídas em 12 linhas, sendo que sete delas seriam completamente novas:

Deodoro – Carioca
Rodoviária – Recreio Shopping
Ribeira – General Osório
Cocotá – Alvorada
Araribóia – Largo da Batalha
Fundão – Jardim Sulacap
Bosque Marapendi – Vilar dos Teles

Além de buscar otimização da disposição atual, criação de 49 estações para as atuais linhas, Saens Peña – General Osório e Pavuna – Botafogo, e modernização das linhas da Supervia, Ramal Deodoro, Ramal Saracuruna, Ramal Belford Roxo e variantes, integrando-as no mesmo sistema.

Clique na imagem abaixo para conferir em melhor resolução a última versão do tube map, um esquema comum para exemplificar sistemas de metrô.

Parece utópico, mas não é bem assim.

Ou escolha visualizar no próprio mapa no Google Maps:

Anúncios

267 Respostas para “O Projeto

  1. O projeto é bom, porém defendo que a expansão metroviária não entre em conflito com a malha ferroviária nem deixe de seguir as demandas recorrentes e outras possíveis de serem geradas.

    Existem vários antigos ramais que podem incorporar à expansão do metrô. Além da Linha 3 prevista para atender a região de Niterói à Itaboraí pela antiga Linha do Litoral, há o trecho do atual Ramal de Belford Roxo que seguia em frente até chegar à Vila de Cava, onde se encontrava com trens que iam para Jaceruba/Represa ou Tinguá. Há o ramal de desvio que saia da estação Belford Roxo em direção à Xerém cortando na altura do Lote XV o Rama de São Bento. Há o Ramal entre Costa Barros e Japeri, existente mas desativado Há os antigos PDTUs que indicavam a construção da Linha 6 entre as estações Alvorada e Cocotá seguindo o traçado do BRT Transcarioca com exceção do trecho entre Penha e Ilha, a Linha 5 como alternativa da Linha 4 ligando o Recreio à Praia Vermelha através da Freguesia de Jacarepaguá e o Grande Méier, a linha prioritária ligando os aeroportos Santos Dumont e Tom Jobim através da Zona Portuária, Leopoldina e Fundão e tantas outras alternativas mais coerentes com o cenário contemporâneo do Rio.

    Tenho um mapa octangular que segue esses parâmetros evitando, inclusive, grandes desapropriações.

  2. THIAGO TEIXEIRA LIMA

    Seriam quantos quilômetros de linhas?

  3. Gostei dessa ideia de uma linha que passa na rodoviária

    • Transporte urbano tem que ser pensado junto com “uso e ocupação do solo”, não só da oferta atendendo uma demanda, mas também de uma oferta gerando demanda. A ferramenta que se trabalha hoje é a TOD – Transport Oriented Development, ou seja, o transporte orientando o desenvolvimento. A rede proposta só terá sentido se o Rio voltar a ser capital nacional e para isso é necessário pensar onde ficariam as empresas/autarquias/órgãos geradoras de emprego e as novas habitações. Esse pode ser um exercício conjunto de faculdades de urbanistas, economistas regionais, geógrafos, engenheiros de transporte…E também de historiadores, psicólogos sociais, antropólogos que podem ajudar na narrativa urbana. Aliás, sugiro um luto pelo Museu Nacional.

  4. A ideia proposta no Site é convergente para um grande Plano Diretor de Mobilidade, mas como não estamos na China e vai levar uns 100 anos no nosso ritmo para concluir os trabalhos, sugiro vocês começarem a criar uma metodologia (matriz multicritério?) visando uma estratégia de implantação que inclua aumento de receita e de custos. Assim, construção de passarelas e integração de ciclovias e de vans que não apareceriam como importantes passam a ser.

  5. Entendo ser necessária mais uma expansão neste mapa, pois após Santa Cruz antes de Itaguaí fica uma grande área industrial com mega empresas tipo Casa da Moeda, CSN, CSA (Ternium Brasil), …, com milhares de trabalhadores de todos os bairros do Rio e até cidades vizinhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s