Linha 4 – Barra

Rodoviária – Recreio Shopping 
Preta – 38,3 km – 27 estações

9 estações fariam baldeação com outras linhas:

  • Linha 1: Central, Farani, Gávea
  • Linha 2: Cruz Vermelha
  • Linha 3: Rodoviária
  • Linha 5: Rodoviária, Humaitá
  • Linha 6: Alvorada
  • Linha 8: Gávea, Barra Bali
  • Linha 10: Bosque Marapendi
  • Linha 11: Central
  • Linha 12: Cruz Vermelha
Anúncios

2 Respostas para “Linha 4 – Barra

  1. Acho ótima a solução de cruzar o Centro sem ir pra Carioca, ajuda a desafogar o trecho mais engargalado da cidade. Em termos de estações, uma inclusão importante é a estação Largo do Guimarães (Santa Teresa), entre Bairro de Fátima e Laranjeiras, o traçado já passa pelo local, que tem grande movimento em Santa Teresa.

    No Jardim Botânico, as referências de paradas estão ruins, pois os lugares mais movimentados são na altura na Maria Angélica, onde já existe um ponto de parada do “Metrô de Superfície” (“Estação Maria Angélica”), e o outro ponto faria no que já chamaram um dia de “Ponte de Tábuas”, na Rua Batista da Costa, que tem um canal e por isso há bastante espaço para as saídas da estação e acesso para Lagoa, neste trecho “Estação Jardim Botânico / Ponte de Tábuas”. Depois dali direto pra Praça Santos Dumont / Baixo Gávea.

    Na Barra, especialmente no trecho entre Downtown e Alvorada, tou achando que existem poucas estações, fora algumas referências esquisitas. Aonde foi colocado “Bosque Marapendi”, pode ser Lúcio Costa (nome usado pelo “Barra Expresso” ou ainda Centro da Barra. Faria as seguintes estações na sequência (distância de 800 metros entre as estações):

    – Afrânio Costa: altura do Freeway / Guanabara
    – Barra Garden
    – Barra Square
    – Barra Shopping
    – Alvorada (900 metros do Barra Shopping).

    E eu por enquanto realmente só levaria a linha até o Recreio Shopping, de onde o BRT TransOeste partiria. Gostei da ideia de dali em diante, em expansão futura, sair do eixo das Américas numa futura expansão em direção ao Centro de Campo Grande, via Vargem Grande. Atrapalha apenas a distância de quase 8 km sem estações entre Vargem Grande e qualquer ponto que se escolha em Campo Grande como diretriz, mas o vetor de crescimento provável é esse para as próximas décadas, com o esgotamento dos terrenos disponiveis na Barra. Da mesma forma, essa parte sul de Campo Grande tem sérios problemas de mobilidade, tal como qualquer lugar da Zona Oeste que esteja distante do eixo da Av. Brasil ou da linha férrea.

  2. Um metrô até o Jardim Oceanico nào resolve nada. Só vai tumultuar ainda mais a entrada da Barra. O minimo seria até o terminal da alvorada ou cebolão. Depois teria que chegar até o final do Recreio.

    Outro absurdo é a rodoviária sem metrô. Quem projeta e constroe o Metrô nunca ouviu falar de integração?!?! É só visitar São Paulo para verificar que é fundamental a ligação Rodoviária-Metrô!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s